GOLPE: Especialista aponta cuidados na hora de baixar app da Caixa para solicitar auxílio emergencial

1586353149-5e8dd43cd4088_auxilio_emergencial

GOLPE: Especialista aponta cuidados na hora de baixar app da Caixa para solicitar auxílio emergencial

O diretor-executivo da Infobase e coordenador do MBA em Marketing e Inteligência de Negócios Digitais da Fundação Getulio Vargas, André Miceli, alerta que a população deve ter alguns cuidados na hora de baixar o aplicativo da Caixa Econômica Federal para receber o chamado “coronavoucher”. Segundo ele, os trabalhadores autônomos informais e microempreendedores devem ficar atentos aos golpes que aumentaram nesse período.

Muitos mal-intencionados se aproveitam do momento para aplicarem golpes. Portanto, quem tem direito ao benefício deve ficar atento desde a inscrição no site da Caixa até o momento de baixar o aplicativo. Ao entrar no site da Caixa, verifique se o símbolo de um cadeado está na barra de endereço, do lado esquerdo, é um dos principais indícios de que o site é oficial”, explica o professor da FGV.

André Miceli sugere ainda que é fundamental ter um antivírus instalado no computador ou dispositivo móvel na hora do preenchimento do cadastro e que a senha deve ser exclusiva para o site. “É preciso tomar muito cuidado ao acessar as redes gratuitas de Internet em locais públicos, porque não há garantia de que são protegidas”, afirma especialista.

Aplicativos – O diretor da Infobase recomenda também cautela no momento de baixar o aplicativo do banco. De acordo com Miceli, pode acontecer de hackers produzirem aplicativos falsos para roubar dados e recebero dinheiro de quem necessita.

“O certo é entrar nas lojas dos sistemas de Android e iOS para fazer o download da ferramenta. No entanto, em caso de dúvida, é indicado acessar o site da Caixa e buscar por informações sobre o aplicativo móvel, incluindo link para baixá-lo nas lojas de aplicativos oficiais de cada sistema operacional. Por fim, vale até ligar para a instituição para tirar dúvidas com os atendentes”, ressalta André Miceli.

Fonte: Diário dos Campos