Como o setor de construção civil está enfrentando a crise

1

Como o setor de construção civil está enfrentando a crise

Venha descobrir neste post sobre quais fatores estão impactando os profissionais do ramo de construção civil em meio a crise do novo coronavírus!

O setor de construção civil foi um dos principais ramos impactados na economia. Afinal, não é novidade que a crise causada pela pandemia do novo coronavírus, também conhecido como Covid-19, causou impactos em diversos segmentos. Seja uma indústria de etiqueta código de barras, um comércio, escritório de advocacia, entre outros.

No entanto, pelo ramo de construção civil está diretamente ligado ao crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), não é raro observar dificuldades enfrentada ao longo dos anos conforme a economia do país. Um exemplo foi a crise de 1012 a 2014.

No entanto, assim como o setor superou a crise passada, ele está pronto para enfrentar qualquer crise. Ainda mais se aliado aos avanços tecnológicos e a expansão da internet, que possibilitam na redução dos custos e aumento da performance.

As inovações tecnológicas promovem a otimização dos processos e a gestão dos empreendedores do ramo de construção civil, fazendo com que elas tenham processos de obras mais eficientes e melhorando a experiência do cliente.

Home office

O trabalho remoto foi adotado por milhares de empresas diante da crise do coronavírus, como forma de reduzir a disseminação da doença.

É o que aponta um levantamento realizado pelo coordenador do MBA em Marketing e Inteligência de Negócios Digitais da Fundação Getulio Vargas (FGV), André Miceli.

Segundo o estudo, o modelo de trabalho home office deve saltar 30% após o período de distanciamento social. Diversos segmentos, até mesmo os do setor industrial, como o de produção de porta contra incêndio, estão optando parcialmente pelo home office.

E para muitos profissionais de construção civil, como um coordenador de canteiro de obras, técnico de segurança do trabalho, entre outros, o home office se torna um diferencial, uma vez que esse tipo de sistema promove a melhor comunicação entre os mesmos, além de permitir que o empreendimento tome decisões mais planejadas.

Computação em nuvem
Mais uma inovação que está sendo utilizada no setor de construção civil, assim como indústrias, como em setores de corte a laser, por exemplo, é a computação em nuvem.

Por sua vez, a computação em nuvem consegue tornar todos os dados e arquivos de um negócio mais acessíveis a todos os membros de um projeto, garantindo que a performance seja mais otimizada.

Planilhas automatizadas
Por meio do uso de planilhas automatizadas, é possível ter um cronograma mais preciso em relação ao planejamento de obras e ao gerenciamento do negócio.

Essas fontes tecnológicas também reduzem a margem de erros e o tempo gasto com a sua elaboração, fazendo com que a empresa especializada em construção civil tenha mais tempo disponível para elaborar estratégias e se aproximar com seus clientes diante da crise.

Soluções em meio a crise
A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), lançou, dia 19 de março de 2020, um canal especializado para que as empresas de construção civil possam ser atendidas e solucionar as suas dúvidas, prestar depoimentos de problemas e achar novas formas de solução para os seus negócios.

600 vagas de emprego de ensino fundamental, médio e superior para a fábrica da multinacional Marfrig, MT
O canal chama se? “Como a CBIC por te ajudar hoje?”, e a sua proposta é reunir as demandas e buscar por soluções para agir nos casos sociais e econômicos em meio ao setor de construção civil.

Por fim, com o auxílio necessário e com as novas tecnologias, o setor de construção civil está em rumo para a progressão e para o avanço e desenvolvimento do país. E você, gostou do post?

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

Fonte: Click Petróleo e Gás